31 agosto 2011

Resenha: Chama Imortal - Valentine Cirano

Título Original: Chama Imortal
Autor: Valentine Cirano
Editora: Reflexão

Sinopse: Por quanto tempo perdura um verdadeiro amor? O tempo pode apagar a chama ardente da paixão? O belo romance “Chama Imortal” , a saga dos guerreiros imortais, mostra que o verdadeiro amor, não somente permanece por uma vida, mas dura para sempre, através de uma bela ficção. A autora narra a estória de um casal (Nivar e Lohanna) que encontrará no transcorrer da vida a maior recompensa de nossa temporal existência, a saber, o amor. Afinal, o verdadeiro amor transpõe os liames da existência humana, se perpetuando por gerações na eternidade. Nem o tempo, nem a distância, podem apagar a Chama Imortal da paixão. Uma grande aventura cheia de romantismo, encanto e magia que vai te conquistar.

Resenha: Há pouco tempo fiz uma postagem aqui no blog falando sobre a parceria com a autora Valentine Cirano que vocês podem visualizar aqui e hoje trago a resenha do livro Chama Imortal. 

O livro conta a história de Habis, um homem sábio que escolhe oito crianças para treiná-las e ensiná-las a se tornarem guerreiras. Com a permissão de seus pais ele leva as crianças para morar com ele e sua mulher no deserto. Os pais das crianças só podem visitá-las uma vez ao ano, que é um momento de grande alegria para todos. No entanto houve um ano em que os pais não apareceram para ver seus filhos e Habis preocupado foi até a aldeia ver o que havia acontecido e viu que a mesma estava sendo destruída por ladrões. Decidiu fugir para as montanhas junto com sua mulher e as crianças, que agora criaria como filhos, para não correrem o risco de serem atacados.

Dentre as oito crianças Nivar era o mais velho e considerado o líder do clã, já Lohanna é a única garota do grupo e é apaixonada por Nivar. A história é baseado nesse casal que passa por várias (várias mesmo!) coisas nessa vida e descobrem o verdadeiro amor. Aliás, um dos pontos negativos do livro é o fato de a história se alongar demais chegando ao ponto de se tornar cansativa.

A primeira coisa que quero destacar no livro é o fato de ser narrado antes de Cristo (a.C.), o que é bem curioso e me chamou atenção de cara. Quantos livros por aí possuem uma narração nesse tempo tão distante?

A história é bem interessante diferente de todas as outras que já li, possui um toque de originalidade. A autora soube desfrutar de cada pedacinho da história, dando ao livro uma narração boa de se ler. O livro trás vários ensinamentos, nos faz refletir um pouco sobre o amor, a imortalidade e a vida principalmente.

A personagem Lohanna me deu muita raiva em certas partes, simplesmente não podia compreender como ela poderia ser tão egoísta e não enxergar o óbvio. Senti que ela não sentia por Nivar o mesmo que ele sentia por ela. Ele na verdade amava-a mais do que tudo e daria tudo por ela, um fofo. Pelo contrário Lohanna parecia ter mais amor-próprio. Gostei muito do livro, apesar de ter sentido raiva em algumas partes foi uma história prazerosa de ler.

A capa do livro é bem ligada ao título e dentro do livro todos os capítulos tem essa chama (em preto em branco). Muito bonita a capa! Recomendo a leitura de mais essa obra de uma autora brasileira.

Não deixem de votar na enquete que a autora está fazendo sobre suas obras aqui!

7 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Naty! Estou ansiosa para ler Chama Imortal. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. A sinopse do livro é interessante, assim como o fato de ser narrado no tempo A.C.!
    Com certeza pode ser algo muito bem trabalhado e um plus para o livro o fato de se passar nessa época tão distante, mas apenas se muito bem conduzido e narrado pela autora, ou aquilo que poderia ter sido um benefício estragaria completamente a história.
    O ambiente e o tempo tem que ser delineados na cabeça do seu criador, com conhecimento de causa e detalhamento para que a história saia de forma aprazível! Mas pelo visto a autora soube dosar bem todas essas coisas!! Não conhecia a obra, boa dica! Mas fico meio receosa quando seu que o livro é daqueles que dá raiva em certas partes. Sei que é bem difícil evitar esse tipo de coisa, mas eu tento ao máximo hehehe!


    Beijo!!

    ResponderExcluir
  3. Humm!

    Adorei a capa e a resenha! Vou colocar na minha listinha!
    =D

    Bjinhos
    Psiu!
    Silêncio Que Eu TO Lendo!

    ResponderExcluir
  4. oi Naty, parece ser um livro legal, até mesmo pelo fato de a história ser contada a muitos anos antes de Cristo...estou curiosa para lê-lo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Naty!
    Eu estou muito curiosa pra ler esse livro e sua resenha atestando a qualidade dele só atiçou ainda mais minha vontade!
    É interessante mesmo ver uma narração em uma época tão distante, a Valentine deve ser muito talentosa e criativa em sua escrita!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Naty,
    Acho lindas essas histórias de amores eternas, de sentimentos que ultrapassam a razão e qualquer coisa para unir as pessoas, acho lindo e sinto essa vibração no livro de Valentine sem sequer tê-lo lido.

    Beijinhos,
    Ana - Na Parede do Quarto

    ResponderExcluir
  7. resenha muito boa Naty
    quero ler
    bjs

    ResponderExcluir

Terminou de ler o post? Aproveita para deixar seu comentário, é rapidinho! Os comentários são moderados portanto é necessário aguardar para que ele aparece por aqui. Obrigada!

Copyright © 2015 Just Books | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo