07 junho 2012

Entrevista com Tammy Luciano + Sorteio!

Olá galera!

Hoje trago pra vocês uma entrevista com a autora do livro Garota Replay, a querida Tammy Luciano. Antes de tudo quero agradecer á ela por ter concedido essa entrevista ao blog, muito obrigada mesmo.
Faz um tempinho que não temos entrevistas por aqui, então espero que gostem.

1 - Pra começar sabemos que você é atriz, jornalista e escritora. Como consegue conciliar todas essas profissões? Dentre elas, há uma que para você é a mais importante?  

Preciso contar a verdade, rs, simplesmente não consigo dar conta de tudo. Me sentia culpada por isso, mas não tenho por exemplo como ficar em cartaz um ano com uma peça, se estou viajando o Brasil divulgando meus livros. Resolvi então viver um dia de cada vez. No momento, estou mais escritora, mas escrever já foi um hábito para distrair e feito nas horas livres. Eu amo atuar, escrever e acho que das três, eu sou menos jornalista, apesar de escrever crônicas e já ter trabalhado em vários veículos de comunicação importantes. O que gosto mesmo é falar de mim e me dedicar ao meu universo de criação.


2 - A história da Thizi em Garota Replay foi baseado em um acontecimento com você mesma. Como foi o processo de criação dessa personagem? Teve algum personagem que foi baseado em alguém da vida real?  

Foi sim. Um dia saí para dançar e vi uma garota parecida comigo. Não tirei a ideia da cabeça, de como seria encontrar uma igual, assim nasceu a Thizi. Quando percebi ela já tinha um namorado cafajeste, um amigo super querido, uma relação distante com os pais e encontrava uma garota igual a ela... As personagens são sempre a mistura de pessoas que conheço e as que amaria conhecer. Eu adoraria ter uma Nil na minha vida, por exemplo. Eu fiquei um ano trabalhando no livro e não esperava que fosse surpreender tanto. Fiquei ainda mais feliz de ser lançado pelo Selo Novo Conceito Jovem, da editora Novo Conceito. Não descrevo ninguém exatamente como na vida real, sempre mudo algumas características. O processo de criação é escrever na história acreditando como se fosse verdade. A Thizi existe na minha cabeça!


3 - Acho que tiveram muitas pessoas que se surpreenderam com o final que a história levou. Foi uma reviravolta impressionante que particularmente me agradou muito. Como surgiu a idéia desse final? Você já havia pensando nele desde o início ou foi algo que surgiu a medida que você escrevia Garota Replay? 

 Fico muito feliz que você gostou. É maravilhoso esse retorno, saber que a história conquistou leitores, que pessoas curtiram. Muita gente duvida que eu não sabia como acabava o livro, mas eu simplesmente não sabia. A Replay era muito presente na minha cabeça e eu sabia apenas que ela teria aparições pontuais, trazendo sempre reviravoltas na história. Também não esperava que os leitores gostassem tanto da Replay. Fui deixando a história me levar, sem censurar os acontecimentos. O final nasceu enquanto escrevia. Quando digitei, pensei: Ah, é isso? Que bacana! Quando terminei o livro, estava muito feliz com o resultado e louca para a história chegar na mão das pessoas.


4 - Autores nacionais geralmente têm dificuldade para ingressar no mundo da literatura, como foi pra você? Teve muitos obstáculos? E qual seu ponto de vista em relação á essas dificuldades? 

 Eu nunca imaginei ter um livro publicado e aconteceu quando menos esperei. Escrever para mim era publicar crônicas, poemas e criar peças de teatro. Em 2001, escrevi uma crônica falando da modelo Fernanda Vogel, a mãe dela, Myrian Vogel, leu, adorou e surgiu o convite do livro. Não imaginei que minha vida estava mudando para sempre. Eu fiquei um ano e meio pesquisando e escrevendo o livro, entrevistei 55 pessoas, e depois eu e a Myrian mandamos para as editoras. O livro acabou sendo aprovado e eu honestamente não tinha ideia o que era ter um livro publicado. Além de escrever, o autor precisar batalhar pelo livro e desde então eu estou feliz autografando livros por aí, escrevendo novas histórias. Não é fácil, mas é possível. Cheguei a escutar que eu não conseguiria publicar um livro na Novo Conceito porque ela só trabalhava com autor estrangeiros. Com a ajuda de um agente literário, o Bruno Borges, mandei o livro para editora e me tornei a primeira escritora brasileira do Selo Novo Conceito Jovem. Não é fácil ser escritor no Brasil, ainda existe muito preconceito, mas acho que vence quem acredita. Por isso, aconselho para quem está buscando que não desista. Já li leitor dizendo que livro nacional, ele não vai ler. Acho triste uma pessoa duvidar da qualidade de um profissional em seu próprio país. Ainda temos muitas mudanças no caminho, mas é fácil notar que as editoras abriram portas para os profissionais brasileiros e eu comemoro demais esse momento.


5 - Sobre o que se trata seu próximo livro? Podemos esperar uma história tão surpreendente quanto Garota Replay?  

Obrigada. Espero que sim. Tô trabalhando nisso. Tem sido uma delícia sentir esse retorno positivo e todas as mensagens que recebo dando parabéns pelo livro. O próximo tem como tema central o abandono. Minha personagem vai descobrir quem é através das perdas que tem. A história de amor da história chega quando ela está buscando um fato muito importante da história da sua vida. Espero que os leitores adorem.


Por fim deixe um recadinho para os leitores do blog!


Quero agradecer demais o carinho das pessoas. É o que faz valer tanta luta. Estou em um momento muito especial da minha carreira e desejo que vocês também realizem seus sonhos. Natália, ainda mais sucesso para o Just Books! Sejam sempre felizes! 
Bjinhos. 
Tammy.

E então? Gostaram? Aproveitei e participem da promoção do livro Garota Replay, autografado pela fofa da Tammy Luciano!  Aproveitem!



a Rafflecopter giveaway

12 comentários:

  1. Nossa, como essa mulher é fofa e muito simpática. Apesar de não gostar muito da capa, vendo a própria autora falar do livro me desperta uma certa curiosidade. Fiquei interessada em ler esse futuro livro dela, acho que vai ter mais a ver com o que eu gosto de ler.
    Apesar de ser azarada, e você sabe disso melhor do que ninguém né Naty, vou participar, quem sabe a sorte bate na minha porta e eu possa conhecer a famosa replay.

    Beijoca

    ResponderExcluir
  2. Muito legal sua entrevista, Naty. Ótimas perguntas , para ótimas respostas. A Tammy é uma pessoa tão agradável que parecer ser uma amiga da gente ,né? Ela esteve na Bienal Brasil, em Bsb, e perdi Devido ao horário que programaram ela. Minha amiga pegou autógrafo . Eu comprei o livro depois. Enfim, fiquei fã da autora.
    Boa sorte aos que vão participar do soretieio. Abraços

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro ler entrevistas! A Tammy parece ser super querida! Bem que ela podia vir para Porto Alegre haha.

    Gabi

    ResponderExcluir
  4. Ameeeeeeeeeeeei essa entrevista ela é tão simpática e fofa! Deve ser por isso, que o livro dela faz tanto sucesso ela merece! Sou louca pra ler o livro dela! Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Quero muito ganhar pq tenho um marcador autografado dela, mas ainda não li nenhum livro =(

    ResponderExcluir
  6. Amei a entrevista, que simpatica a Tammy super querida, aproveitei para participar da promoção tambem, boa sorte pra mim. Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Naty, adorei a entrevista, achei a autora muito simpática, ainda não tive a oportunidade de ler o livro dela, mas pode ser que teu blog me ajude, hehehe

    Um beijão
    Lara - Magia Literária

    ResponderExcluir
  8. Hey Naty
    Ótima enrevista!
    Assisti a Tammy no Jô um dia desses e achei que ela é super simpática.

    Próximo livro falará sobre abandono e perdas? Preparar os lencinhos
    Sucesso para ela!

    beijos
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  9. Ela parece ser muito simpática*-*
    Parabéns pela entrevista, o decorrer dela foi bem desenvolvido e as perguntas também.
    bjs.

    ResponderExcluir
  10. Esse livro parece ser mega fofo e interessante! Quero muito ter uma leitura leve e calma.

    ResponderExcluir
  11. Oie :)
    Amei, a entrevista, pois foi a primeira vez que li sobre a autora e as respostas foram todas desconhecida xD
    Feliz, por ser mais um livro nacional e pelo sucesso que está tendo, apesar de ter lido que a Thizi é infantil ...
    Mas, é um livro que quero ler e ter comigo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Parabéns ,Priscila! Aproveite a leitura!

    Beijos

    ResponderExcluir

Terminou de ler o post? Aproveita para deixar seu comentário, é rapidinho! Os comentários são moderados portanto é necessário aguardar para que ele aparece por aqui. Obrigada!

Copyright © 2015 Just Books | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo