29 agosto 2012

Resenha: Garotas de Vidro - Laurie Halse Anderson

No post Os livros que ainda não li... comentei com vocês que estava lendo o livro Garotas de Vidro e hoje trago a resenha do dito cujo. Espero que gostem (:

Garotas de Vidro
Título Original: Wintergirls
Autor: Laurie Halse Anderson
Editora: Novo Conceito

Sinopse: Lia e Cassie são amigas há anos, ambas congeladas em seus corpos. No entanto, em uma manhã, Lia acorda com a notícia de que Cassie está morta, e as circunstâncias de sua morte ainda são um mistério. Não bastasse isso, Cassie tentara falar com Lia momentos antes, para pedir ajuda. Lia tem de lidar com o pai, que é um renomado escritor, sua madrasta e a mãe, uma cardiologista que vive ocupada, salvando a vida dos outros. Contudo, seu maior tormento é a voz dentro de si mesma, que não a deixa se esquecer de manter o controle, continuar forte e perder mais, sempre perder mais, e pesar menos. Bem menos.


Resenha: Tinha acabado de assistir uma palestra na minha escola sobre distúrbios alimentares e me lembrei que ainda não tinha lido Garotas de Vidro que pelas resenhas que havia lido até então sabia tratar-se sobre esse assunto. A palestra não foi uma das melhores, na verdade foi até bem fraquinha considerando a amplitude do tema em questão mas foi o suficiente para aguçar minha curiosidade em querer saber mais sobre o assunto.

Comecei a ler Garotas de Vidro ciente de que seria uma leitura bastante intensa, e devo confessar-lhes que por mais que estive informada sobre isso o livro foi de grande impacto para mim. Lia e Cassie são melhores amigas desde criança e em um determinado momento fazem uma promessa em que combinam que irão se tornar as garotas mais magras da escola. E elas realmente se esforçam para isso. Algum tempo se passa e então Cassie é encontrada morta em um quarto de motel e não se sabe até então o motivo de sua morte.

A forma de narração de Laurie se assemelha um pouco, pelo menos em minha opinião, com a da autora  de Estilhaça-me, Tahereh Mafi. Há algumas passagens que não contém vírgulas e por vezes palavras riscadas como acontece em Estilhaça-me. Esse tipo de narrativa não me atrapalhou no livro citado e não foi diferente com Garotas de Vidro. 

Até pouco tempo eu não tinha muito conhecimento sobre doenças relacionadas a distúrbios alimentares e não conseguia entender certas coisas, mas com esse livro está tudo bem claro para mim agora. Laurie Halse nos mostra o que se passa na cabeça de uma garota que sofre com essa doença, elas nos transporta para dentro de sua vida e nos apresenta ao seu cotidiano e seus pensamentos tornando impossível que não nos sensibiliza com a história. Esse é aquele tipo de livro que realmente de prende, você começa a ler e só consegue desgrudar do livro quando lê a última palavra da última página e quando isso acontece você fica, tipo: uau! 

Chocante, intenso e real são três palavras que descrevem bem esse livro. Os personagens são extremamente bem construídos, a autora mostra com bastante clareza a influência que os filhos sofrem pelos pais e os problemas que a falta de comunicação entre ambas as partes pode causar. Chegando na metade do livro fiquei com medo que a autora tomasse um caminho que eu sabia que me desagradaria se acontecesse, mas a autora me felicitou com um rumo diferente. Recomendo demais esse livro, é uma leitura que irá mexer com você, mas só entenderá isso completamente quando ler o livro, então leia o mais rápido possível!

13 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Naty! Estou ansiosa para ler Garotas de Vidro! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Chocante, intenso e real descreve muito bem o livro! Eu gostei muito desse livro e de como a autora fala sobre esse tema que é bem delicado.

    ResponderExcluir
  3. Oi,Naty!

    Engraçado, nada como uma resenha convicente para nos fazer ficar curiosas por um livro.Sinceramente, quando a Novo Conceito lançou este livro , não tive o menor interesse nele .Sequer cheguei a ler a sinopse dele.Eu achava que seria uma repetição de Estilhaça-me, que é ótimo e ganhei aqui do Just books. Não sei porque mas achava que seria uma imitação kkk Enfim, não sabia a temática abordada. E quanto este tema de distúrbios alimentares é atual e delicado. Com certeza deve ser um livro tocante de se ler.Vou anotar a dica!
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Goostei muito da resenha Naty, e tô querendo ler esse livro há um tempo já, pois acho que ele é maravilhoso. Sinto falta de ler alguns livros que nos remetam a realidade e não apenas a vampitors! Enfim, parabéns!
    Um beijo :*

    ResponderExcluir
  5. Esse virou um dos meus favoritos, a maneira como a autora tratou o tema foi incrível!

    ResponderExcluir
  6. Oie, Naty -o-o- rsrsrsrs
    Que coisa, quer dizer que esse livro foi chocante?
    E pelo jeito além de ser um livro bem narrado pelo menos em tua opinião ele ainda trás conhecimentos?
    Acho Isso legal e quero ter a oportunidade de ler.
    Beliscões

    pS:.
    Não tenho problema com distúrbio alimenta só em comer muito rsr

    ResponderExcluir
  7. Amigaaaa eu amei a sua resenha, ficou incrível parabéns! Menina, o que é a capa desse livro hein?! Linda demais, só pela capa já me deu muita vontade de ler! ♥
    Eu já tinha lido um resenha sobre esse livro e sei que é uma história bem profunda e que vale a pena ler. Depois do seu post, eu fiquei ainda mais interessada pela história! *--*
    Ahhhh eu mudei o visual do meu blog depois passa lá!
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Muita gente tá dizendo que esse livro é bem intenso mesmo. Não é uma leitura para o meu momento atual, mas com certeza será uma das próximas. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  9. esse livro nao faz o meu estilo, pois nao convivo com esse tipo de problema

    ResponderExcluir
  10. No começo eu não tinha muito interesse em ler Garotas de Vidro, mas à medida que lia as resenhas fui ficando cada vez mais interessada! Parabéns pela resenha, Naty!

    Beijos
    Lendo de Tudo

    ResponderExcluir
  11. Já está na minha listinha desde o lançamento!
    Parece ser um daqueles livros intensos e marcantes, que nos fazem refletir. Vou ler em breve!
    Bjo

    ResponderExcluir
  12. Como eu amei esse livro! É um dos melhores, se não o melhor, do ano *-*
    Realmente, a narração não atrapalha a leitura. Na minha opinião ela até melhorou, eu me senti a Lia!
    Dentre as três que você citou, real é a que melhor descreve, e é isso que torna o livro tão bom.

    Beijos
    Geê - almaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Menina, sua danada, tu me deixou morrendo de vontade de ler este livro!! hahahaha
    Acho que vou passá-lo na frente de outros =x aiai
    Adorei a resenha!

    Beijocas =)

    ResponderExcluir

Terminou de ler o post? Aproveita para deixar seu comentário, é rapidinho! Os comentários são moderados portanto é necessário aguardar para que ele aparece por aqui. Obrigada!

Copyright © 2015 Just Books | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo