29 outubro 2012

Resenha: O Começo do Adeus - Anne Tyler [+ promoção]

O Começo do Adeus
Título Original: The Beginner's Goodbye 
Autor: Anne Tyler
Editora: Novo Conceito

Sinopse: Anne Tyler nos leva a um romance sábio, assustador e profundamente tocante em que descreve um homem de meia-idade, desolado pela morte de sua esposa, que tem melhorado gradualmente pelas aparições frequentes da mulher — na casa deles, na estrada, no mercado. Com deficiência no braço e na perna direita, Aaron passou sua infância tentando se livrar de sua irmã, que queria mandar nele. Então, quando conhece Dorothy, uma jovem tímida e recatada, ele vê uma luz no fim do túnel. Eles se casam e têm uma vida relativamente modesta e feliz. Mas quando uma árvore cai em sua casa, Dorothy morre e Aaron começa a se sentir vazio. Apenas as aparições inesperadas de Dorothy o ajudam a sobreviver e encontrar certa paz. Aos poucos, durante seu trabalho na editora da família, ele descobre obras que presumem ser guias para iniciantes durante os caminhos da vida e que, talvez para esses iniciantes, há uma maneira de dizer adeus.

Resenha: Sabe aquele tipo de livro que você começa esperando uma coisa e no fim das contas descobre se tratar de algo totalmente diferente do imaginava? O Começo do Adeus foi um livro desse tipo para mim. Pra começo de conversa até agora não entendi qual a relação que essa capa tem com toda a história, totalmente nada a ver. 

Anne Tyler narra a história de Aaron, um homem de meia-idade que possui deficiência no braço e na perna, além de uma hesitação antes de falar que por vezes ele não percebe. Dorothy é médica e casada com Aaron, os dois levam uma vida normal até o momento em que uma árvore no quintal cai sobre sua casa atingindo Dorothy. Desde o primeiro momento me compadeci com o personagem principal, senti uma empatia por ele e a minha vontade era de poder entrar na história e consolá-lo, conversar com ele e dizer que tudo ficaria bem, mas esse sentimento foi sendo substituído a medida que conhecia melhor sua história.

Conhecemos melhor sua irmã que tanto o ajuda e o defende, que por vezes pode parecer intrometida, mas é apenas uma irmã fazendo seu papel. Conhecemos seus amigos e seus colegas de trabalho, por meio da narrativa em primeira pessoa temos a visão e opinião de Aaron sobre tudo e todos. Com o decorrer do tempo, após a morte da mulher, Aaron passa a vê-la. Ele se questiona sobre isso, tenta conversar com outras pessoas  e aos poucos tira suas próprias conclusões. Ele demostra ser um personagem racional, e ao contrário do que eu pensava no início não era o tipo de personagem que necessita de consolo, ele é forte.

Pode parecer um livro depressivo, era o que esperava, mas dei até algumas risadas. O final é bem previsível, mas é aquele tipo agradável, você simplesmente aceita que não teria um final melhor. Um livro que recomendo para aqueles que desejam uma boa e simples leitura.

Participem da promoção do livro!

a Rafflecopter giveaway

Ah, Feliz Dia Nacional do Livro!

14 comentários:

  1. Oi que amiga mais uma vez você nos apresenta uma resenha impecável! Eu gostei muito da maneira como tu descreveu a história, mas eu tenho que confessar que esse enredo não me chamou a atenção não. Eu até leria um dia, mas não me deixou curiosa não! Mas a capa é linda! hahahahaha Saudades! Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Naty!
    Eu não tenho muita vontade de ler esse livro, e da NC é daqueles que vou acabar deixando pra depois. A capa lembra um pouco a de Um Ano Inesquecível (mesmo estilo), mas não entendo o porquê de colocarem capas que não condizem com o conteúdo da história. Também achava que o livro era um drama bem forte, então gostei de saber que tem algumas cenas mais leves!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi Naty
    Já tinha visto este livro,mas não sabia da sinopse,pela sua resenha parece ser um livro
    interessante,além de a capa ser bem bonita,mesmo que não tenha nada haver com a história.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela resenha Naty! Estou ansiosa para ler O Começo do Adeus! Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Oi Naty!
    Estou muito empougada para ler esse livro e amei a capa dele!! Gostei muito da resenha e me deu mais vontade ainda de ler o livro!! Também estou participando da promo!! Bjos!!

    ResponderExcluir
  6. Eu já tinha me interessado pelo livro, mas lendo a sua resenha, fiquei com mais vontade ainda de ler!!! Ele parece ser muito bom!!!
    Gosto deste tipo de livro!!!

    ResponderExcluir
  7. Oi

    Eu não fiquei com muita vontade de ler esse livro, e não gosto quando a capa dá a entender uma coisa e o livro é completamente diferente.

    ResponderExcluir
  8. Ganhei esse livro e por isso não vou participar.

    Boa sorte a todos!

    ResponderExcluir
  9. Eu achei o enredo interessante e tenho vontade de ler, mas não vou com tanta sede ao pote para não me decepcionar.

    Beijos,

    Paula

    http://tri-books.com

    @Tri_Books

    ResponderExcluir
  10. nunca tinha ouvido falar desse livro
    gostei da resenha parabéns nathy!

    ResponderExcluir
  11. Me parece aquele livro clichêzinho do tipo:Uma linda história que nos leva a refletir sobre a vida e blablabla Não entendi o que você falou sobre a sua opinião sobre o personagem mudar ao decorrer do livro.Quer dizer então que ele não é assim tão consolável? de qualquer forma,quero ler e julgar por mim mesma.Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Vou ser sincera...
    De início também julguei que o livro tivesse um "q" de depressivo, mas mesmo assim eu gostaria de ter a oportunidade de lê-lo.
    Lembro que o que mais me chamou a atenção nele foi a capa, que achei lindíssima.
    Bom, é o tipo de leitura que eu não estou muito acostumada a ler, mas adorei a sua resenha. simples, objetiva e sucinta.

    Dani / @daride

    ResponderExcluir
  13. Oi, Naty! Bom, desde do lançamento, estou querendo ler esse livro. Admito que não sabia sobre o que se tratava, mas o livro me chama, entende a sensação? A capa é MUITO linda <3 Obrigada por esclarecer a história para mim.

    Beijos
    http://enclausuradas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Todo mundo diz que a capa é totalmente inadequada... hehe... eu gosto dela agora, mas aposto que quando ler o livro vou mudar de opinião. Então ele não é mega depressivo, né? Isso é um pouco decepcionante pra mim, amo livros depressivos! hahaha... vou tentar ler sem expectativas.

    ResponderExcluir

Terminou de ler o post? Aproveita para deixar seu comentário, é rapidinho! Os comentários são moderados portanto é necessário aguardar para que ele aparece por aqui. Obrigada!

Copyright © 2015 Just Books | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo