19 janeiro 2013

Resenha: O Clã dos Magos - Trudi Canavan

Titulo Original: The Black Magician's Guild
Autor: Trudi Canavan
Editora: Novo Conceito

Sinopse: Todos os anos, os magos de Imardin reúnem-se para purificar as ruas da cidade dos pedintes, criminosos e vagabundos. Mestres das disciplinas de magia, sabem que ninguém pode opor-se a eles. No entanto, seu escudo protetor não é tão impenetrável quanto acreditam. Enquanto a multidão é expurgada da cidade, uma jovem garota de rua, furiosa com o tratamento dispensado pelas autoridades a sua família e amigos, atira uma pedra ao escudo protetor, colocando nisso toda a raiva que sente. Para o espanto de todos que testemunham a ação, a pedra atravessa sem dificuldades a barreira e deixa um dos mágicos inconsciente. Trata-se de um ato inconcebível, e o maior medo da Clã de repente se concretiza: uma maga não treinada está à solta pelas ruas. Ela deve ser encontrada, e rápido, antes que seus poderes fiquem fora de controle e destruam a todos.

Resenha: Desde o momento em que vi a capa desse livro senti vontade de lê-lo, a capa faz parecer que se trata de um bom livro e felizmente não foi diferente. Em O Clã dos Magos somos apresentados a cidade de Irmandim. Sonea cresceu nas favelas e já fez parte de uma gangue junto com seus amigos Herrin e Cery. Ela foi criado por seus tios e depois de serem despejados de casa precisam procurar um novo lugar pra morar.

A cidade é comandada basicamente pelos magos, que obviamente formam o Clã dos Magos. Todos os anos os magos se reúnem nas ruas da cidade para fazerem a purificação, ou seja, livrar a cidade de pedintes, vagabundos e criminosos. E é nesse dia que várias pessoas, principalmente o pessoal de gangue, atacam os magos com pedras e outros objetos, mas eles se protegem com um escudo. Acontece que quando Sonea arremessa uma pedra ela consegue quebrar a barreira e acertar um mago tornando-se uma ameça para eles.

O livro contém algumas cenas de ação aqui e ali, mas não está presente durante toda a narrativa. Quando comecei a leitura senti que o livro tinha todo potencial para uma boa história, e apesar de ter gostado do livro no geral tem alguns pontos que gostaria de destacar. Primeiramente as falas presentes no livro. O tempo todo você encontrava um "cê" e "tava" e compreendo que é para demostrar a linguagem da favela, mas isso é completamente irritante durante a leitura. Em segundo o dilema que a autora inseriu para Sonea mais ao final do livro me pareceu um tanto fútil. Era uma escolha sim, mas não consegui enxergar nela a dificuldade que a garota via em optar pela melhor opção. Também acho que a autora se prolongou um pouco em determinado ponto da história, o que julguei desnecessário.

Deixando de lado os pontos negativos, os personagens são ótimos! Cery é um amigo apaixonado e se dedica completamente a ajudar Sonea demostrando lealdade e companheirismo. Dentre os magos, Rothen é o que mais me agradou com sua sabedoria e bondade, seu amigo Dannyl é outro personagem que gostei, ele é engraçado e foi uma presença ótima na história.

A narrativa não fluí muito bem já que a autora demora um pouco para desenvolver a história, mas aos poucos você se afeiçoa aos personagens e quer acompanhar melhor a história de cada um deles. A autora destaca durante todo o livro a questão de diferença social, mostrando o preconceito e a indiferença dos magos em relação aos favelados. É uma leitura válida, aguardem que em breve tem resenha do segundo livro da trilogia.

14 comentários:

  1. É umas das minhas próximas leituras, com certeza, pois ele está na minhas lista de livros para o Desafio Realmente Desafiante 2013 como "livro em que o nome do autor tem a mesma inicial que o meu nome".
    Confesso que não gosto muito de livros do gênero, com magos e tals, então vou cair na leitura sem muitas expectativas. Com os pontos negativos que vc ressaltou, vejo que o melhor a fazer é não ter expectativas mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei o fato de que a autora utilizou uma linguagem menos "certinha" em relação aos moradores da favela, esse fato realmente realçou o fato de eles virem de lá (eu, pessoalmente, falo muitas coisas erradas, então me identifiquei bastante, haha), na verdade eu adorei a estória inteira, não me incomodei com o prolongamento de certos fatos, muitos foram essenciais para o decorrer da estória. Já terminei o segundo livro a algum tempo e estou doida para ler o terceiro, mas ainda não tive a oportunidade de comprá-lo, o que lamento muito. Fico triste por você não ter gostado de alguns momentos da leitura, mas fico feliz por você ter gostado da estória em si.

    Abraços,
    Laura.
    http://resenhasdalau.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha Natália! Já li O Clã dos Magos e curti, apesar de ter achado que faltou um pouco mais de desenvolvimento na história e que o excesso de gírias por parte da Sonea incomodou razoavelmente. De toda forma, estou ansiosa para ler A Aprendiz! Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Oi Naty,interessante a resenha fiquei ainda mais na expectativa para ler.
    É umas das minhas próximas leituras, gostei da sua sinceridade quando você relata que o livro pareceu um tanto fútil,mas com personagens ótimos

    ResponderExcluir
  5. Tenho muita vontade de ler este livro mas só fico enrolando,mas pretendo ler em breve.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. parabens pela resenha muito interessante, tenho muita vontade de ler, achei que a resenha me deixou mais curiosa e me intusiasmou muito a ler

    ResponderExcluir
  7. Ouvi algumas resenhas negativas sobre esse livro, tenho vontade de ler principalmente pela temática.
    gostei da resenha foi verdadeira e realista.
    :D

    ResponderExcluir
  8. Oi Naty!
    Acho que eu iria gostar desse livro. Estou precisando ler mais fantasia.
    Mas isso de usar tantos vícios de linguagem para representar determinado povo e afins faz da leitura bem cansativa, já li um livro assim, onde o autor forçava com dialetos portugueses, isso encheu um pouco.
    Parabéns pela resenha, vou aguardar o do 2º volume.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. eu fico com o pé atrás por causa desse livro, mas acho que leria sabe
    gostei da resenha.
    deu para entrender muita coisa

    ResponderExcluir
  10. Já tinha visto este livro na livraria mas não sabia do que se tratava. Gostei muito da sua resenha, e fiquei com vontade de lê-lo.

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. AHH só passei o olho pela resenha, porque estava lendo (mas como era emprestado o filho da mae do meu amigo pegou -.-) doida pra saber se os magos vao realmente encontrar a menina!!!

    ResponderExcluir
  12. To louuuuuca pra ler, pena que tenho um monte de livro na estante esperando KKKKKKKKK <3 Beijo http://rainhadasimpatia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Já peguei "O Clã dos Magos" uma vez pra ler e não passei das 100 primeiras páginas. A história é legal e tudo o mais, porém, como você disse, a narrativa no início é um pouco agarrada. Não sentia evolução na história. Era repetitivo e cansativo =/
    Mas ainda desejo concluir não só a leitura do primeiro volume, como também poder um dia falar que conheço a fundo o trabalho da Trudi :)

    João Victor, Amigo do Livro
    http://amigodolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Ahn, o meu gênero preferido... e a ideia é legal. Só lendo pra saber né, Naty.

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir

Terminou de ler o post? Aproveita para deixar seu comentário, é rapidinho! Os comentários são moderados portanto é necessário aguardar para que ele aparece por aqui. Obrigada!

Copyright © 2015 Just Books | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo