27 fevereiro 2013

Resenha: A Filha Da Minha Mãe e Eu - Maria Fernanda

A Filha da Minha Mãe e Eu
Título Original: A Filha Da Minha Mãe e Eu
Autor: Maria Fernanda Guerreiro
Editora: Novo Conceito

Sinopse: Sensível e tão real a ponto de fazer você se sentir parte da família, A filha da minha mãe e eu conta a história do difícil relacionamento entre Helena e sua filha, Mariana. A história começa quando Mariana descobre que está grávida e se dá conta de que, antes de se tornar mãe, é preciso rever seu papel como filha, tentar compreender o de Helena e, principalmente, perdoar a ambas. Inicia-se, então, uma revisão do passado – processo doloroso, mas imensamente revelador, pautado por situações comoventes, personagens complexos e pequenas verdades que contêm a história de cada um. 

Resenha: Mais um livro de autor nacional publicado pela editora Novo Conceito, através do selo Novo Conceito Jovem. É o primeiro livro da autora Maria Fernanda Guerreiro.

O livro retrata o relacionamento entre mãe e filha que existe entre a mãe Helena e sua filha, Mariana. Começa com Marina descobrindo sua gravidez e pensando que gostaria de não cometer os mesmos erros que a mãe. A partir daí temos uma narração em primeira pessoa feita pela própria Mariana onde ela conta como foi sua relação com a mãe desde criança.

Apesar de gostar de narrações em primeira pessoa, me senti um pouco incomodado com essa. Mariana narrava cenas em que não estava presente e querendo ou não isso era bem estranho. Se ao menos ela tivesse deixado claro que alguém contou a ela teria sido aceitável. Outra coisa que me incomodou também foi o fato de ela lembrar com exatidão fatos de quando ela era criança, detalhes difíceis de serem lembrados.

A narrativa é leve e fácil de acompanhar, Mariana conta como foi a sua infância e adolescência junto com com seu irmão Guga e mostra como a mãe as vezes parecia preferir o irmão a ela. Uma família como qualquer outra, que passa por conflitos e enfrenta problemas. Em um determinado ponto do livro senti que a autora perdeu um pouco o foco, centrando o assunto não no relacionamento mãe e filha, mas abrangendo outras situações familiares. Felizmente ela terminou o livro voltando ao ponto central.

Maria Fernanda mostrou o quanto uma mãe pode amar uma filha e vice-versa, o quanto uma pode fazer pela outra e as diferentes formas de demostrar tudo isso. Houve algumas partes que senti que a história estava lenta, não estava fluindo, mas a autora mudava isso rapidamente passando de uma parte simples e calma para uma outra onde havia grandes acontecimentos. Isso foi algo que apreciei durante a leitura. É um bom livro, uma boa história e que vale a pena ser lida, apesar dos pontos negativos destacados.

15 comentários:

  1. Olá!
    Gostei muito da sua indicação.
    Realmente, as vezes a escrita em primeira pessoa com uns pequenos "furos" de não estar presente, atrapalha mesmo.
    Mas gostei muito da ideia do livro.

    Beeijos
    luizando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Apesar de ter gostado bastante da capa, não gostei da história, achei meio fraca...gosto de livros com um pouco mais de ação e emoção. ;)
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Naty!
    Essa é uma leitura que ainda vou fazer, mas não em breve.
    Realmente esses pontos da narração em primeira pessoa podem parecer meio estranhos em alguns momentos, mas é bom ver que, de um modo geral, a leitura cumpre seu papel e agrada!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Naty!
    Eu li esse livro e amei demais. Nem tinha percebido que ela narrava fatos em que não estava inclusa. Mas enfim. Queria que a Novo Conceito apostasse mais em autores nacionais, seria muito legal.
    Adorei!
    Beijos
    http://enclausuradas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Naty
    Eu tinha bastante curiosidade de ler este livro mas um dia eu li uma resenha tão negativa que a vontade passou,sua resenha esta muito boa mas estou meia receosa de ler.
    mil bjs

    ResponderExcluir
  6. Já li esse livro e realmente tive a mesma sensação estranha que você,Mariana narrando fatos em que não estava presente! Mas adorei a estória,achei muito real, os personagens foram bem elaborados,eu realmente gostei desse livro!

    http://llivroseletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Ainda não tinha visto nada sobre esse livro, e depois de ler sua resenha não fiquei animada.

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Ei, Naty. Adorei ver como você conseguiu destacar os pontos positivos e negativos na sua resenha. Eu, ao contrário, gostei muito do livro. Recomendo a leitura para várias pessoas porque achei que a Maria Fernanda conseguiu tocar num ponto que muitos não conseguem de uma forma bastante interessante.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Eu sempre quis ler esse livro, mas sempre via resenhas muito negativas. Mas eu gostei bastante da sua resenha e agora eu fiquei com uma baita curiosidade.
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Não sei se vou ler... Essa história não me atrai muito... Como ela pode contar coisas de quando ela nem estava presente?


    www.meuslivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Naty!
    Eu não sei se vou chegar a ler esse livro, a história não me chama muita atenção e acredito que ele vá acabar ficando de lado.

    ResponderExcluir
  12. Depois de muito lutar em busca da sorte para ter o livro, consegui ganhar ele em uma promoção e corri para ler quando pude. Eu acabei dando três estrelas para o livro, mas corro o risco de tirar uma em um futuro próximo. Algumas coisas me incomodaram e muito, alguns também dos pontos negativos que você levantou, mas o que me incomodou mesmo foi o estereótipo que a autora usou, por exemplo: quando ela foi para o interior para o velório, a parte dos pães, pelo amor de Deus, achei ridículo a autora ter escrito aquilo sobre os pães de forma, ridículo – pô Talita, é só uma estória, mas me incomodou e muito. Apesar dos pesares o livro é um livro bom.
    Sobre importâncias

    ResponderExcluir
  13. Gostei da resenha naty! interessante!
    espero ler em breve! ja tinha ouvido falar do livro mas tava meio receosa de comprar!
    ^^

    ResponderExcluir
  14. Oi Nat
    Gostei da sua resenha, você destacou os pontos positivos e negativos da obra e achei trama bem interessante.
    Parabéns pela resenha
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
  15. Esse livro me tocou por motivos óbvios, sou mãe, fui filha um dia e minha mãe tinha várias características da mãe da Mariana, era super protetora e durona igual. Eu não me senti incomodada por ele lembrar coisas de infância, porque existem situações traumáticas que a gente se recorda, que é o caso dela, por isso pra mim foi normal.

    Beijos
    www.leitoraincomum.com

    ResponderExcluir

Terminou de ler o post? Aproveita para deixar seu comentário, é rapidinho! Os comentários são moderados portanto é necessário aguardar para que ele aparece por aqui. Obrigada!

Copyright © 2015 Just Books | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo