28 abril 2013

Resenha: O Diário de Helga - Helga Weiss

O Diário de HelgaTítulo Original: Helga's Diary
Autor: Helga Weiss
Editora: Intrínseca

Sinopse: Calcula-se que das 15.000 crianças que passaram pelo campo de internamento de Terezín, na antiga Tchecoslováquia, apenas 100 chegaram com vida ao fim da Segunda Guerra Mundial. A respeitada artista plástica Helga Weiss é autora de um dos mais comoventes testemunhos do Holocausto. Aos 83 anos, ela vive em Praga, no mesmo apartamento em que morou com os pais antes da deportação.
Em 1938, por ocasião da ocupação nazista em seu país, a menina de 8 anos, filha de um bancário e uma costureira, começou a escrever e a desenhar suas impressões sobre tudo que aconteceu com sua família. Em um caderno, Helga narra a segregação dos judeus ainda em Praga, a desumana rotina de privações e doenças de Terezín e sua peregrinação ao lado da mãe por campos de extermínio como Auschwitz, onde escapou por pouco da câmara de gás.

Resenha: Sempre gostei de ler livros que tratassem sobre as guerras, principalmente quando se trata de relatos tão verdadeiros e tangíveis quanto O Diário de Helga. E tratando-se da Segunda Guerra Mundial o que sentimos ao ler tais atrocidades narrados apenas por uma criança é difícil de descrever. 

Helga começou a escrever seu diário quando tinha 8 anos e o terminou mais ou menos com 15 anos, ao fim da Segunda Guerra Mundial. Ela nos conta como foi sair de sua casa em Praga para ir viver em Terezín em meio a vários outros judeus enfrentando o frio, a fome, as doenças sem contar a perda de entes queridos. Junto com sua mãe ela é mandada para campos de extermínio em Auschwitz e a situação só vem a tornar-se pior.

Ou deveríamos nos envergonhar de nossa aparência? Das estrelas? Dos números? Não, não é culpa nossa, alguém se envergonhará por isso. O mundo é apenas um lugar estranho.

É perceptível o quanto Helga é obrigada a amadurecer, perdendo toda a sua inocência da infância ao presenciar e vivenciar tamanho sofrimento. Mas muito mais do que isso ela consegue nos mostra que mesmo em meio a tudo aquilo ela ainda matinha acesa a esperança de que tudo logo acabaria e que poderia voltar a viver sua vida normalmente demostrando uma força de vontade enorme de manter-se viva. Ao decorrer das páginas Helga nos transmite todo o seu medo, sua dor, seus anseios, suas inseguranças e principalmente toda a brutalidade dos nazistas nos mostrando o que realmente acontecia na época. E pensar que Helga chegou perto da morte em vários momentos.

O livro também contém vários desenhos e pinturas feitos pela própria Helga que ilustra vários acontecimentos e momentos vividos por ela além de algumas fotografias que tornam a leitura ainda mais completa. A editora Intrínseca fez um trabalho incrível na diagramação do livro, começando pela capa que tem esse aspecto envelhecido e já nos remete a ideia de um diário. Ao final dessa edição temos uma entrevista com Helga, hoje com 83 anos que vive em Praga no mesmo apartamento em que passou sua infância.

Um relato real e emocionante sobre um momento da nossa história que precisa ser lembrado.

"Coloquei nele meus sentimentos, esses sentimentos são intensos, comoventes e principalmente verdadeiros. E, talvez por ser narrado naquela forma um pouco infantil, é acessível, expressivo, e creio que ajudará as pessoas a entenderem aqueles tempos." -  Helga Weiss.


24 comentários:

  1. Eu preciso ler esse livro, adorei a resenha, gosto muito de livros que falam da guerra, e por ser um relato verdadeiro parece que toca tão fundo no coração que me visualizo tudo que é descrito. Se fiquei emocionada lendo a resenha, imagino que vou me debulhar em lágrimas. Achei a capa do livro muito linda, parece uma antiguidade.

    ResponderExcluir
  2. Gosto desse tipo de história, mas infelizmente ainda não li nenhum livro que trate desse tema. Nossa, sua resenha ficou ótima. Parabéns!!!

    Quando olhei rapidamente o título do post, achei que seria uma resenha sobre O DIÁRIO DE ANNE FRANK, mas esse é também um livro muito interessante.

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  3. A capa do livro é linda! Mas confesso que não gosto de ler este tipo de livro. Aqui em casa devo ter mais de 30 livros só sobre 2ª Guerra Mundial, mas não são meus, e sim do meu marido que gosta demais do assunto, principalmente no que diz respeito a estratégias de batalha.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Oi Nati,
    Sério,a Intrínseca tá de parabéns,a capa ficou realmente muito linda,só que eu não me interesso muito nesse tipo de livro,mais mesmo assim eu acho que eu até o leria se eu já não tivesse muitos pra ler.
    Ótima Resenha,Bjocas' :)

    ResponderExcluir
  5. Apesar desses livros conterem uma carga emocional muito forte, eu adoro ler livros que retrata guerras, tanto por aqueles que sofreram como aqueles que causaram ! Sempre que acabo de ler um livro desse, tenho várias reflexões para fazer!

    Adorei a resenha, não conhecia esse livro, mas vou pesquisar (:

    ResponderExcluir
  6. Que legal esse livro, de verdade. Eu amo livros que contam histórias reais e essa com certeza iria mexer muito comigo.
    Adorei a indicação. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  7. Oi Naty
    Não conhecia este livro mas logo me interessei por ele, já li O Diário de Anne Frank eu amei , é um livro super emocionante eu lembro que chorei horrores no final,espero ler este também o que me conforta um pouco é saber que a Helga conseguiu sobreviver no final,o que não aconteceu com a Anne.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. O livro deve ser lindo/triste, mas não é o tipo de leitura que gosto. Prefiro focar em outros gêneros e assuntos, não me sinto bem depois da leitura e aquelas coisas, então eu não leria.

    ResponderExcluir
  9. Eu quero muito ler esse livro. É um dos períodos da história que mais me interessa, principalmente por ter sido algo tão cruel.

    ResponderExcluir
  10. goostei do titulo e do livro
    gosto de historias assim de diarios
    ee coisas etál...
    emfimm goostei demais
    bijãoo naty*

    ResponderExcluir
  11. Eu não gosto de ler livros com essa temática, triste saber que coisas horríveis assim aconteceram.
    Me envolvo com os personagens, e quando se trata da 2ª guerra isso não me faz bem.
    Mas pra quem gosta, é uma boa pedida.

    ResponderExcluir
  12. Eu gosto muito de livro com essa temática, e sendo em forma de diário é muito bom. Esse já está na minha lista de desejados. Adorei sua resenha :)

    ResponderExcluir
  13. Nossa amo livros assim que falem sobre a 2ª guerra mundial \o/ são os meus preferidos,eles te ensinam tanto...
    Otima resenha ;)
    beijokas...

    ResponderExcluir
  14. Gosto muito de histórias cujos temas são guerras, gostei bastante do livro, a resenha muito bem escrita, e não tinha lido nada sobre esse livro e me interessou muito.

    ResponderExcluir
  15. Gosto bastante de livros que retratam a guerra, apesar de ficar com um nó na garganta e não conseguir ler sem chorar. Mas acho que são livros que valem a pena ler. E por a história ser contada por Helga, que presenciou todo o horror que é a guerra, dá um toque especial e com certeza bem real ao livro.

    ResponderExcluir
  16. Como já disse no comentário da promoção, parece ser um ótimo livro e espero ter a oportunidade de lê-lo um dia.

    ResponderExcluir
  17. Também gosto de livros que são contados em meio a guerras mundiais, são sempre ótimos, com ação e sempre nos toca de algum jeito. Aos filmes, eles também tem meu apreço..*-*
    beijoss

    ResponderExcluir
  18. Essas histórias envolvendo o nazismo sempre me emociona e me contagiam de uma forma... eu adoro todos esses temas ligados aos campos de concentração. Eu leio sempre que posso livros assim, caso você queria ir no blog e procurar A mala de Hannah e O Menino de pijama listrado são livros que li e não pude me conter muito emocionante. E sabe, quando livro é escrito pela própria pessoa e que a vistigios de que é real.. tudo fica mais forte, a essência do livro. Mas enfim.. é isso quero ler esse livro. <3

    ResponderExcluir
  19. Amo livros com essa temática, principalmente quando se é em diários! Estou louca para ler ele!
    Beijos.

    Capriconrnizando

    ResponderExcluir
  20. Oie Nathy, tudo bem querida?
    É a primeira vez que leio a respeito desse livro, gostei da tua resenha e concordo com a Talita, ele é lindo|triste!
    Já li alguns e me emocionei bastante.
    Beliscões carinhosos da Máh- 
    Felicidades nos Livros
    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
  21. Olá Natália,
    Assim como você eu gosto bastante de livros que abordam o tema Segunda Guerra Mundial, já li o Diário de Anne Frank e ele se tornou um dos meus livros favoritos. Estou muito curiosa e ansiosa para ler o O Diário de Helga que vai ser um forte candidato a se tornar favorito também!
    Beijos ;B

    ResponderExcluir
  22. Nossa, estou superansionsa pra ler esse livro ainda mais que retrada o tema da Segunda Guerra Mundial. A capa não me chamou muito atenção mas quando li sobre o tema e vi a resenha, fiquei superinteressada!

    Beijão, Natália!!

    ResponderExcluir
  23. Deve ser bem legal o livro ! Ja estou participando do sorteio !!
    Beijos !

    ResponderExcluir
  24. Eu tbm gosto de livros assim, que retratam algum momento histórico da perspectiva de alguém que vivenciou o momento. Atualmente estou lendo O Pianista, livro este escrito sobre a invasão hitlerista.

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir

Terminou de ler o post? Aproveita para deixar seu comentário, é rapidinho! Os comentários são moderados portanto é necessário aguardar para que ele aparece por aqui. Obrigada!

Copyright © 2015 Just Books | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo