17 agosto 2013

Resenha: O Substituto - David Nicholls

O SubstitutoTítulo Original:  The Understudy
Autor: David Nicholls
Editora: Intrínseca

Sinopse: Para Josh Harper, ser ator significa ter dinheiro, fama, mulheres aos seus pés e o papel principal nos palcos de Londres. Para Stephen C. McQueen, trata-se de uma longa e desastrosa carreira como figurante. Stephen tem um nome que não ajuda (não, ele não é parente do famoso Steve McQueen), um agente pouco interessado, um relacionamento complicado com a ex-mulher e a filha e um trabalho como substituto de Josh Harper, o 12º Homem mais Sexy do Mundo. E, quando percebe que está apaixonado por Nora, a linda e inteligente esposa de Josh, sabe que as coisas podem ficar ainda mais difíceis para ele. Ou, quem sabe, essa não é justamente sua Grande Chance? Com personagens engraçados e diálogos irresistíveis, O substituto é uma comédia arrebatadora.

Resenha: Depois de ler o inesquecível romance Um Dia do David Nicholls não pude deixar de sentir vontade de conferir outra obra do autor. Peguei O Substituto para ler sabendo de antemão que não chegaria aos pés de Um Dia. 

Stephen C. McQueen é um ator (ou pelo menos é o que ele pensa ser) e trabalha como substituto de Josh Harper, simplesmente o 12º Homem Mais Sexy do Mundo. Caso ele se acidente, fiquei doente ou precise se ausentar por alguma razão é Stephen quem o substitui, o que basicamente nunca acontece. Norah é a esposa de Josh e acaba se tornando uma grande amiga de Stephen. Apesar de ela ser uma personagem cheia de personalidade, que diz o que pensa e age como quer, não senti nenhum carisma por ela.

A narrativa é feita em terceira pessoa e conduzida com leveza. Stephen acredita fielmente que sonhos podem sim se realizar e que devemos nos agarrar a eles com unhas e dentes. Stephen é aquele tipo de personagem que durante a leitura dá vontade de entrar dentro do livro e dar uns puxões de orelha ou umas sacudidas para ver se ele acorda para a vida. 

Em O Substituto, David Nicholls mostra até onde devemos ir pelos nossos sonhos e o quanto vale a pena lutar por eles. Em determinados momentos da história senti que a trama não seguia para lugar algum e esperava que o desfecho me trouxe um pouco mais de clareza mas o posso dizer que o livro não tem uma final definido. Simplesmente acaba sem que alguns fatores tratados durante toda a história tenham realmente um fim, o que me desagradou um pouco.

Em relação a edição encontrei vários erros durante a leitura, o que foi um pouquinho chato. Mas esteticamente falando a Intrínseca deu um show. Não é um livro excelente mas recomendo a leitura porque David Nicholls consegue nos fisgar com sua narrativa deliciosa.

6 comentários:

  1. Oi Nath. Tenho muita curiosidade de ler os livros do David Nicholls, principalmente Um Dia. Quase comprei da última vez que fui na Saraiva, mas acabei trazendo outro livro para casa. Enfim, O Substituto não me interessou, mas ainda tenho esperanças com Um Dia.

    Um beijo, Karine Braschi.
    Geek de Batom. (@geekdebatom)

    ResponderExcluir
  2. Só li Um Dia do autor, mas quero ler esse livro porque gostei da escrita do autor. Será que ele é um autor de um sucesso só?
    Eu sou uma pessoa que repara pouco em erros de revisão, apenas quando é muito grotesco.

    Beijos.
    http://livrosyviagens.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Algumas observaçoes sobre essa capa, essas máscaras me assustam e aí estão me assustando mais ainda. E não me remetem nem um pouco a um livro de comédia e queria saber porque a Intríseca tá fazendo uma capa padrão pros livros do autor.

    O livro não me interessou muito, mas tenho de ler Um dia logo!

    Beijo =*

    ResponderExcluir
  4. David Nicholls escreve super bem, disso não tenho dúvida, mas fico um tanto receosa de ler outro livro dele, pois Resposta Certa me decepcionou muito do que eu esperava!
    Beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
  5. Ei, Nat! Ainda estava na dúvida sobre ler ou não, mas acho que vou dar uma chance a esse livro sim. Gostei muito de Um Dia e ainda não li mais nada do autor, mas como a narrativa dele me encantou, acho que acabaria gostando.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Nathy, eu ainda não li Um Dia, mas quero ler assim que puder!
    Fiquei sabendo de O Substituto na Turnê Intrínseca e fiquei super curiosa para conhecer a história e a escrita do autor. O chato é isso, quando um autor escreve uma grande obra marcante, ao lermos outras ela nunca consegue ser tão boa ou então nós é que criamos expectativas demais, né? hehe Mas claro que nem sempre isso acontece. ^^

    Beijos
    http://sonhos-em-paginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Terminou de ler o post? Aproveita para deixar seu comentário, é rapidinho! Os comentários são moderados portanto é necessário aguardar para que ele aparece por aqui. Obrigada!

Copyright © 2015 Just Books | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo