20 dezembro 2013

Resenha: Cidades de Papel - John Green

Cidades de Papel
Título Original: Paper Towns
Autor: John Green
Editora: Intrínseca

Sinopse:  Em Cidades de papel, Quentin Jacobsen nutre uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman desde a infância. Naquela época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas hoje ela é uma garota linda e popular na escola e ele é só mais um dos nerds de sua turma. Certa noite, Margo invade a vida de Quentin pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola, esperançoso de que tudo mude depois daquela madrugada e ela decida se aproximar dele. No entanto, ela não aparece naquele dia, nem no outro, nem no seguinte. Quando descobre que o paradeiro dela é agora um mistério, Quentin logo encontra pistas deixadas por ela e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele pensava que conhecia.

Resenha: Depois do meu primeiro contato com a escrita de John Green com o livro A Culpa é das Estrelas não pude resistir em querer mais. Li O Teorema Katherine e gostei e logo comecei a leitura de Cidades de Papel na expectativa de mais um história incrível.

Quentin e Margo eram amigos de infância e sempre brincavam juntos, no entanto com o tempo essa amizade começou a se desfazer quando Margo se tornou uma garota bonita e popular no colégio enquanto Quentin não passava de um nerd. Com seu espírito aventureiro e vingativo, certa noite Margo convida Quentin para lhe ajudar em um dos seus planos. Os dois passam uma madrugada juntos fazendo diversas loucuras das quais Quentin nunca imaginaria fazer parte. Nos próximos dias, Quentin na esperança de que tudo mude descobre que sua amiga está sumida e decide procurar por ela.

Não é difícil acompanhar e se deliciar com a narração de John Green que o faz muitíssimo bem nos fisgando na história e fazendo com que viremos as páginas avidamente. Os personagens são formidáveis, desde Quentin e seus melhores amigos Ben e Radar que trouxeram uma boa dose de humor para a história até Lacey, amiga de Margo, que tentou contribuir na busca. Contudo não consegui me afeiçoar a personagem Margo que agia de maneira impulsiva e fazia escolhas, que ao meu ver, foram egoístas e nas quais não consegui concordar.

Acredito que se não fosse a narrativa bem humorada e despretensiosa de John Green o livro teria se tornado cansativo e enfadonho. Esperava até um pouco mais de reflexão dada toda a metáfora criada sobre as cidades de papel, mas não teve um grande aprofundamento. O final do livro não me agradou e juntando isso com o fato de ter odiado Margo a leitura não foi tudo aquilo que esperava.

22 comentários:

  1. É, também acabo de ler esse livro e a resenha já está pronta! ahaha
    Amei o livro, e marquei ele inteirinho. Ótimos quotes né?
    Também não gostei muito da Margo, mas os outros personagens eram tão bons que já valeu por ela.
    Ótima resenha Natália, parabéns!

    Juliano. (diariodeumledor.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  2. Oi Nat, tenho esse livro na estante, mas ainda não li. Tô com receio porque não vejo muitas coisas boas sobre ele. Já li ACEDE e O Teorema Katherine e gostei muito, mas esse último o protagonista me irritou.
    ;)
    http://livrosyviagens.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Eu ouvi muitas resenhas positivas desse livro do Verde, mas não tenho tantas expectativas também. Estou querendo ler mesmo é "Quem é você Alasca?". Uma pena o livro não ter te agradado tanto, mas é bom, que mesmo sendo uma leitura "chatinha" o livro seja engraçado. Porque livros engraçados é o que precisamos nesse mundo. Porém, até entro em contradição, mas quero conhecer as atitudes dessa personagem egoísta!

    Beijão ou abração do gordo, www.setecoisas.com, passa lá! 

    ResponderExcluir
  4. Oi Naty :)
    Assim como você, fui envolvida pela escrita do John em A Culpa é das Estrelas, mas acabei não gostando tanto assim de O Teorema Katherine... Mesmo assim, depois do primeiro livro que citei, o qual simplesmente adorei, sempre vou ficar, no mínimo, curiosa com todas as obras dele! Então, pretendo sim ler Cidades de Papel. Uma pena você ter se decepcionado e estou torcendo para que a narrativa bem humorada de sempre, como você citou, me faça ter uma opinião diferente! Pelo o que você falou da Margo, já estou vendo que vou me irritar algumas vezes, mas tudo bem, huahua.
    Beijos, Lis.
    ourbooksontheshelf.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Naty, também percebi que a narrativa do John foi o que deixou o livro mais interessante do que ele seria se fosse escrito de outra forma, mas mesmo assim, gostei. :D
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Acredita que não li nenhum book do autor ? Tenho que ler!!!

    Bjs
    Blog:http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/
    Livro:http://www.editoranovaspaginas.com.br/e-books/feitico/
    Site:http://lizajoneslivros.wix.com/lizajones

    ResponderExcluir
  7. Oi Naty. Estou lendo Cidades de Papel e por enquanto estou gostando bastante. A narrativa bem humorada realmente é muito boa, gosto muito da escrita do John Green. Acho a Margo meio estranha e inconsequente demais, mas até que eu to gostando dela haha.

    Gloria, Leitura e Pipoca.

    ResponderExcluir
  8. Tantas pessoas amaram "A culpa é das estrelas" que eu comprei ele e mais um do John Green, estão aqui na minha estante esperando o ano que vem chegar e junto com ele mais tempo. Deus ajude!!! kkkk... Adorei a resenha pela franqueza de dizer que o livro não é essa coca-cola toda, apesar de ser de John Green... é legal quando o leitor de cara sente que pode confiar na franqueza do resenhista.

    Cheros, Pandora.

    ResponderExcluir
  9. Gostei da resenha Naty. Já li dois livros do John Green e curti bastante a sua escrita. Apesar do livro não ter te prendido por completo, ainda pretendo ler Cidades de Papel. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Naty! Já li críticas extremamente positivas sobre esse livro - e todos os outros do autor -, mas quando a febre é geral, eu procuro dar um tempo e esperar passar. Não curto personagens egocêntricos e Margo me pareceu ser assim, então já fiquei com um pé atrás.
    No entanto, gostei bastante da resenha: objetiva e sincera! :) Não é uma obra que eu não tenha curiosidade, mas não pretendo ler por enquanto...

    Beijinhos! www.primeiro-livro.com

    ResponderExcluir
  11. Eu até agora só li A Culpa é das Estrelas, de John Green. Gostei! Ainda não tive oportunidade de ler outros.Gostei da sinopse de Cidades de Papel, pela sua resenha, fiquei curioso para conferir.
    Beijos!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Naty, que pena que você não gostou muito da Margo e do final da história. Talvez pelas altas expectativas... Quando eu li o livro fui sem muitas expectativas, mesmo já tendo lido os outros livros do autor e acabei me surpreendendo bastante.

    ResponderExcluir
  13. Oi amiga, antes de mais nada eu preciso dizer, que eu estava morrendo de saudade de ler as suas resenhas! hahahaa ♥
    Então, eu também adoro o jeito de narrar as histórias que esse autor tem e esse livro possui um enredo muito interessante. Mas já que tu não achou tão bom, quando imaginava que seria, eu também não pretendo ler esse livro por enquanto. Porém, eu amei sua resenha! *-*
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oie Naty
    quanto tempo!! O novo layout tá uma gracinha.
    Eu gostei muito do livro, apesar de também ter achado a Margo uma egoísta.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  15. Oi, Naty. Estou meio sumido, né? Não farei mais isso. Então, comprei esse livro na bienal do Rio com altas expectativas. Me decepcionei completamente, no início eu esperava muito do livro, mas só me frustrei. Achei a Margo um saco, assim como o personagem principal, ao qual achei extremamente egoísta. Ainda bem que algumas frases e reflexões salvaram a obra em partes.

    Beijos.
    Juan Silva - http://asasliterarias.com/

    ResponderExcluir
  16. Oi, Naty! Pois é, eu também achei que fosse mais reflexivo, mas ainda assim gostei muito da leitura!

    ResponderExcluir
  17. Naty! É tão bom te ver resenhando de novo! Ganhei Cidades de papel no meu aniversário mas ainda não li. To lendo O teorema Katherine e to gostando muito, espero gostar, também, de cidades de papel e de quem é você, Alasca? Desde que li A culpa é das estrelas me apaixonei por Jonh e adoro a narrativa dele! <3 :D

    ResponderExcluir
  18. OI Naty
    Ainda não li nada de Jonh Green mas pretendo ler principalmente A Culpa é das estrelas ,fiquei curiosa com este livro e saber por onde anda a Margo, pena que você não gostou dela.
    bjs

    ResponderExcluir
  19. Eu tive a mesma impressão ao ler Quem é você Alasca? Se fosse qualquer outro autor teria sido cansativo e não teria sido tão bom, mas ele consegue transformar um tema corriqueiro em algo mt bom.

    ResponderExcluir
  20. Eu li A Culpa é das Estrelas e fiquei igualmente ansiosa e instigada a ler outros livros do autor, dentre os quais, inclusive, Cidades de Papel era a prioridade. Antes de sua resenha, havia lido uma extremamente positiva, e acho que realmente vai muito de cada um ao que pensar da história como um todo, ao fim da leitura. Porém, penso que eu possa vir a não simpatizar muito com a Margo, pelo modo como ela costuma ser descrita e como ela age também, de acordo com os comentários sobre o livro. Mas ainda é uma leitura que pretendo fazer logo que possível.
    À propósito, ótima resenha, Naty!
    Beijos...

    ♥ SammySacional.blogspot.com ♥

    ResponderExcluir
  21. Oláa, eu ainda não li nenhum livro do John Green, mas to doida pra ler cada um deles *-*
    beeijos
    http://keetring.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Estou louca pra ler esse livro, adorei a capa!
    John arrasa nos livros, e acredito que esse não deixa a desejar!

    beijos!
    http://bloglostinwords.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Terminou de ler o post? Aproveita para deixar seu comentário, é rapidinho! Os comentários são moderados portanto é necessário aguardar para que ele aparece por aqui. Obrigada!

Copyright © 2015 Just Books | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo