17 janeiro 2015

Quase Poema - Cartas e Outras Escrituras Drummondianas

Olá pessoal! Tudo bom com vocês?

O post de hoje é um pouco diferente do habitual. Na última sexta-feira fui visitar a Casa Fiat de Cultura, um espaço localizado na Praça da Liberdade em Belo Horizonte que oferece programações culturais de diversos tipos, e que no momento está com o espaço dedicado ao Carlos Drummond de Andrade.


 Além de poder conferir tudo sobre a vida do poeta, com direito a linha do tempo e fotos da família o espaço conta com documentos como cartas que o autor escrevia a mãe e até mesmo uma nota promissória do Banco da Amizade onde Drummond envia 365 dias de felicidade para sua cunhada, sendo esse considerando o mais antigo manuscrito do autor que se tem conhecimento. 


Em uma sala é possível se sentar e ouvir algumas pessoas recitando poemas do autor através de projeção ou então ouvi-las por auto-falantes e em outra podemos conferir vários dos livros publicado pelor Drummond podendo manusear e lê-los caso queira.

Eu fiquei simplesmente encantada em conhecer um pouco sobre Carlos Drummond de Andrade, poder ler as cartas e até mesmo me emocionar com algumas delas como a que ele conta para a mãe sobre o filho que nasceu e não chegou a viver um dia. Nem todas as cartas estão totalmente legíveis, ou completas, mas é muito interessante poder ler tão diferentes escritos de um poeta. Agora quero é comprar seus livros já que tudo o que já li são poemas aleatórios, seja pela internet ou por livros didáticos. (Alguém já leu algum para indicar?).


A exposição durá até amanhã, dia 18 de janeiro, então se você é de Belo Horizonte não perca a oportunidade de visitar. Para saber mais informações basta entrar no site da Casa Fiat de Cultura.

Aproveitando que estava na Praça da Liberdade fui também vistar a Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa. Nunca tive a oportunidade de ir lá então fiquei super empolgada com essa primeira visita.


Como vocês podem ver acima, essa é a biblioteca. A fachada conta com esculturas dos autores Fernando Sabino, Otto Lara Resende, Paulo Mendes Campos e Hélio Pelegrino. A biblioteca conta com dois espaços diferentes, foi ampliada em 2000 com anexação de outro edifício (mas só pude visitar um deles!). A biblioteca possui uma seção de infanto-juvenis, livros sobre a história de Minas Gerais - com várias edições em exposição - além de uma seção com livro em braile. 



O espaço da biblioteca é amplo e conta com salas para pesquisas, espaços para leitura e até mesmo uma brinquedoteca para a criançada se divertir. O acervo da biblioteca é de mais de 260 mil livros e na minha breve visita encontrei livros que li quando mais nova, edições antigas e em inglês de Harry Potter e coleções que eu provavelmente teria adorado conhecer quando criança. Ainda quero muito voltar e poder aproveitar melhor o espaço e ter mais tempo para olhar todos os livros, mas por enquanto fico feliz por ter conhecido. Para quem for de BH e ainda não conhece a Biblioteca ou para quem vai visitar a cidade fica aí uma dica que qualquer amante de livros não recusaria. 

E para quem não é de Belo Horizonte: já visitou a biblioteca da sua cidade? Conta aí como é o espaço, se você visita com frequência, e o que acha de lá. Um dia espero ter a oportunidade de conhecer outras bibliotecas do Brasil.

11 comentários:

  1. Olá!
    AH, MEU DEUS!!! Que legal esse lugar, Naty.
    Que fachada linda dessa biblioteca.
    Eu não costumo visitar a da minha cidade, mas ela, definitivamente, não é assim. rsrs

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Aqui no Rio sempre tem exposições de escritores e pintores e acho um máximo, sempre que posso eu vou. É super interessante ver as obras e muitas vezes existem coisas inéditas sobre os artistas o que é sensacional. Muito legal o post.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Por que não tem espaços assim ? Simplesmente sou APAIXONADA por Drummmond, amaria ver um pouco mais da vida dele e alguns poemas recitados. Invejinha branca.
    http://devaneioselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Naty!
    Sou de Salvador, e tenho o cadastro em uma biblioteca pública maravilhosa. Aqui tem outras, mas vou nessa porque ela é na rua de trás do meu colégio. Porém, agora que irei fazer faculdade preciso encontrar uma perto de lá... hahahaha
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Que espaço maravilhoso. Simplesmente fiquei encantado.
    As bibliotecas e exposições aqui do RJ também são muito boas.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de janeiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  6. Que lugar lindo. Deve ter sido mágico.
    Nossa!! Achei lindo demais!
    Moro em uma cidade pequena e aqui não tem nada parecido.
    Também gostaria de conhecer muitas bibliotecas por todo o Brasil e até pelo mundo. =)
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Naty, que biblioteca mais linda, na minha cidade não tem nenhuma biblioteca, quanto mais uma maravilha dessas, e também nunca fui a nenhum museu ou exposição de poema, deve ter sido o máximo essa de Drummond.

    Abçs :)

    ResponderExcluir
  8. Eita Natália!
    Deve ter sido realmente incrível poder estar ao lado da história do grande Drummond, apreciar seus poemas e sua obra. Passeios assim é que nos enriquecem.
    E olha aí... já começou sua saga pelas bibliotecas, que bacana!! A fachada é até grande, né?
    Parabéns pelo passeio.
    Desejo uma maravilhosa semana!!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Fiquei super empolgada vendo você falar da exposição. A sala que você comentou ter projeções e pessoas recitando os poemas de Drummond me lembrou o terceiro andar do Museu da Língua portuguesa em SP. Saí de lá tão alegre, me senti tão bem no ambiente que, para mim, a viagem valeu só por ter conhecido aquele lugar! Espero ter chance de fazer visitas como essa sua, pena que em Maceió eu não tenha essa oportunidade.

    Adorei o post, continue mostrando suas descobertas! :)

    Beijos, Lis.
    umareescrita.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi xará!
    Que lugar incrível!!
    Infelizmente aqui na minha cidade a biblioteca não é grandes coisas rs =\

    Beijos
    www.blog-planetpink.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Já vi algumas fotos na internet do lugar e fiquei morrendo de vontade de conhecer, é uma pena que moro tão longe de Belo Horizonte! Imagino que você deve realmente ter ficado encantada, eu também ficaria, e até um pouco perdida com o tamanho do local !
    Adorei as fotos :D
    Bj

    ResponderExcluir

Terminou de ler o post? Aproveita para deixar seu comentário, é rapidinho! Os comentários são moderados portanto é necessário aguardar para que ele aparece por aqui. Obrigada!

Copyright © 2015 Just Books | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo