13 agosto 2015

Resenha: A Menina de Vidro - Jodi Picoult

Título Original: Handle With Care - A Novel
Autor: Jodi Picoult
Editora: Verus

Sinopse: Até onde você iria para garantir o futuro de um filho? Quando Willow nasce com osteogênese imperfeita, uma doença grave que a faz ter ossos extremamente frágeis, seus pais, Charlotte e Sean, ficam arrasados - a menina vai sofrer centenas de fraturas ao longo de sua existência e ter uma vida de dor. Se ela casualmente tropeçar e cair, pode ter uma fratura exposta e passar os seis meses seguintes numa tala ortopédica que envolve metade de seu corpo e a impede de andar. Depois de anos de cuidados constantes com Willow, sua família está à beira da falência. Até que uma dupla de advogados oferece a Charlotte uma oportunidade de salvação: processar sua obstetra por nascimento indevido - ou seja, por não ter diagnosticado a doença de Willow cedo o bastante para que sua mãe pudesse optar por um aborto. A indenização pode assegurar a Willow um futuro tranquilo, mas para consegui-la Charlotte tem que processar a dra. Piper Reece, sua obstetra e melhor amiga - e afirmar perante o júri que gostaria que sua filha nunca tivesse nascido... 

Resenha: Willow nasceu com osteogênese imperfeita que é uma doença que deixa seus ossos frágeis podendo se quebrar com o simples ato de espirrar. Durante toda a vida ela sofrerá inúmeras fraturas e isso não é algo que se pode evitar. Depois de uma viagem a Disney que acabou sendo o oposto de divertida Sean, o pai de Willow, decide procurar um advogado para processar as pessoas que o fizeram passar por uma grande humilhação durante a viagem. O advogado explica que ele não tem motivo para entrar com um processo já que essas pessoas só estavam fazendo seu trabalho mas apresenta um novo caso: ele e Charlotte, mãe de Willow, podem processar a obstetra por nascimento indevido alegando que a mesma não diagnosticou a doença cedo o suficiente para que Charlotte pude optar por interromper a gravidez. 

Sean fica logo indignado com a proposta do advogado alegando que em momento algum eles se arrependem de ter Willow, no entanto Charlotte vê as coisas por um panorama diferente. Ela acredita que se ganharem o processo o dinheiro garantirá um bom futuro para Willow e eles poderão parar de se preocupar com o que acontecerá caso eles não estejam mais aqui. O único porém é que além de obstetra, a Dr. Piper Reeece é sua melhor amiga.

Meu primeiro contato com a escrita da Jodi Picoult foi com a leitura de A Guardiã da Minha Irmã, um livro excelente cuja história me cativou e emocionou. Após essa leitura decide que precisava conhecer outras outras da autora e ao ler a sinopse de A Menina de Vidro não pude deixar de me interessar. 

Uma dos diferenciais nos livros da Jodi Picoult, e que suponho ser interessante ressaltar, é que apesar de haver uma trama central ela nunca se prende a apenas um personagem. Ela explora cada um deles apresentando suas vidas e desenvolvendo seu ponto de vista sobre o assunto em foco. Desse modo não conhecemos apenas a vida de Willow e sua família mas também somos envolvidos na história de Piper, seu marido e sua filha além de conhecemos um pouco mais sobre a advogada Marin que cuida do caso da família. 

Willow é uma garotinha extremamente inteligente para seus 5 anos de idade. Como ela não pode brincar do mesmo modo que as outras crianças passa boa parte do tempo absorvendo informações interessantes nos livros e na internet. Ela é amável, espirituosa e o principal: é feliz. Ao longo das páginas podemos conhecê-la melhor e ela mostra que mesmo com sua doença é capaz de se divertir e viver bem apesar de suas limitações.

A Menina de Vidro traz um suas páginas questionamentos sobre o amor e o sacrifício materno, sobre aborto e o quão importante uma família pode ser. É um livro que de uma maneira singular leva o leitor a refletir e questionar junto com os personagens sendo envolvido, do começo ao fim, nessa história arrebatadora. 

Um comentário:

  1. Olá!
    Eu logo imaginei do que se tratava a história já pelo título.
    Essa é uma doença bem difícil. Deve ser uma leitura emocionante e cheia de reflexões. Gostei!
    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Terminou de ler o post? Aproveita para deixar seu comentário, é rapidinho! Os comentários são moderados portanto é necessário aguardar para que ele aparece por aqui. Obrigada!

Copyright © 2015 Just Books | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo